terça-feira, 21 de setembro de 2010

Cristão, saiba se você deve votar.

   Esta semana, junto aos irmãos, conversávamos sobre este tema e no final não chegamos a um parecer esclarecedor, então decidimos orar para que o Senhor pudesse nos esclarecer sobre o assunto.
   Hoje acordei e me peguei pensando sobre o Rei Saul. Para quem conhece a história, o povo queria um rei, embora esta não fosse a vontade de Deus. Isso é o que pediram a Samuel: "...constitui-nos, agora, um rei  sobre nós, para que nos governe, assim como o têm todas as nações". (1Samuel 8:5) Aquele povo não se deu conta de que ao pedirem um rei, eles estavam rejeitando o governo de Deus sobre as suas vidas (v7). No entanto Deus, por amor ao povo, pediu a Samuel que protestasse e mostra-se a eles qual seria o direito que um rei teria sobre eles. Não vou escrever o texto aqui, para não estender muito este artigo, mas é importante que você leia todo o capítulo 8 de 1 Samuel. Resumindo, o povo não deu ouvidos, preferiu ser dominado por um rei terreno e a história por si só nos revela o grande erro que cometeram. Bem, Jesus veio restaurar todas as coisas e isso inclui principalmente o governo. Ele nos separou para sermos um povo, uma nação eleita, com uma pátria que não é desta terra. Ele nos ensina que devemos entregar unicamente a Ele o governo da nossa vida, logo não temos nada haver com os governos desta terra, não respondemos a nenhuma pátria, se não a celestial. Obviamente temos deveres para com as autoridades, deveres estes que se estendem até onde os princípios do nosso Rei não sejam coibidos. Depois de refletir sobre estas coisas, comecei a fazer uma pesquisa na internet sobre o assunto e encontrei um texto muito esclarecedor, e é o que segue para que todos possam refletir e tomar suas decisões.
Luciano Silva
_____||_____

     Viva a democracia! Viva a democracia! Este grito se ouve em quase todo o mundo hoje, talvez como nunca antes se ouviu. Governos que até a pouco tempo proibiam partidos rivais, agora os convidam para sua concorrência. E agora incentivam todos seus cidadãos a votar, para assim fomentar a democracia.
Liberdade de votar... protestos... passeatas... existem muitas oportunidades de impulsionar o governo. E facilmente você poderá aproveitar-se delas. Sem dúvida, agora mesmo os partidos políticos procuram o teu apoio. Mas, o que dizer do cristão? O que deve fazer o cristão para com o governo? Deve obedece-lo? Deve unir-se a ele? O que mostra a Bíblia sobre o cristão e a política? O cristão deve obedecer e honrar ao governo. A Bíblia diz: “Admoesta-os a que se sujeitem aos governadores e autoridades, que lhes obedeçam.”1
Queres tu, pois, não temer a autoridade? Faze o bem, e terás louvor dela.”2 “Honrai ao rei.”3 O cristão deve respeitar aos funcionários do governo. Deve sujeitar-se e obedecer as leis de seu país , enquanto estas não se opuserem a lei superior de Deus: a Bíblia. O cristão deve pagar seus impostos. A Bíblia diz: “Por esta razão também pagai tributos, porque são ministros de Deus... Portanto dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto.”4
O cristão deve orar pelo governo. A Bíblia diz: “Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens; pelos reis, e por todos os que estão em eminência.”5 Observou que o cristão faz sempre o bem para com o governo? O cristão apoia o governo por obedecê-lo, por pagar seus impostos e por orar por ele. Ele não destrói o seu país. Ele o edifica, ajudando sempre aos demais. Mas, o que dizer das oportunidades de participar no governo? Deve o cristão participar nos protestos contra o governo? Deve unir-se a algum partido político? Deve servir como funcionário do governo? Deve votar nas eleições? A Bíblia também responde estas perguntas.
Busquemos na Bíblia as respostas. Deve o cristão participar nos protestos contra o governo? A Bíblia diz: “Não há autoridade que não venha de Deus...Por isso quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação.”6
Aquele que participar nos protestos, resiste à autoridade. Por isso o cristão não deve participar neles. Nem deve falar contra as autoridades que Deus estabeleceu sobre ele. Outra vez, o cristão faz somente o bem para com o governo.
Deve o cristão unir-se a algum partido político? A Bíblia diz: “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque... que parte tem o fiel com o infiel?”7 Os partidos políticos são formados por muitos incrédulos. O cristão que se une a um partido político, se une a um jugo desigual com os incrédulos. Por isso, o cristão não deve unir-se a nenhum partido político. Deve o cristão servir como funcionário do governo? Aquele que está em autoridade, a Bíblia diz: “É ministro de Deus, e vingador para castigar o que faz o mal.”8 Mas, a Bíblia manda aos cristãos: “Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira.”9 O governo recebe de Deus a autoridade de vingar e castigar.
O cristão não deve vingar-se, mas, deixar a vingança para a justiça de Deus. O governo e o cristão seguem por caminhos diferentes, não é verdade? O cristão, por obedecer ao mandamento da Bíblia, não pode cumprir com o dever do governante. Por isso, o cristão não pode ser polícia, prefeito, ou qualquer funcionário do governo. Deve o cristão votar nas eleições? A Bíblia diz: “Não há autoridade que não venha de Deus; e as autoridade que há foram ordenadas por Deus.”10 “E ele muda os tempos e as estações; ele remove os reis e estabelece os reis.”11 O cristão não sabe quem ira ganhar as eleições. Mas, por meio da Bíblia, ele sabe que Deus já escolheu o candidato que irá colocar no poder. Ele sabe que os propósitos de Deus sempre se realizam nas eleições. Nisto, o cristão descansa. Não terá que votar em alguém. Além disso, se o cristão não deve governar, como poderá mandar que outra pessoa governe? Aquele que vota, ajuda a colocar no poder o candidato, e assim ajuda a governar. O cristão não pode governar. Por isso não deve votar.
O cristão obedece as autoridades. Paga seus impostos. Ora pelo governo. Mas não se envolve na política. Por quê não? Porque a sua “cidade está nos céus”.12 Pertence a outro reino, ao reino de Jesus. E os objetivos da política deste mundo e os do reino de Jesus, não coincidem. Por isso o cristão não pode envolver-se na política. O político vive para sua pátria terrena. Procura superar. O cristão vive para a pátria celestial. Procura servir. Vive neste mundo assim como viveu Jesus -servindo a seus próximos, mas sempre com os olhos no mundo vindouro. Jesus disse que ele “não veio para ser servido, mas para servir.”13
E disse também: “O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos...; mas agora o meu reino não é daqui.”14 Por isso Deus exorta aos cristãos: “Saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei.”15 Quem poderá dizer que o mundo político não está cheio de imundices? Mas, talvez a política te atraia. Talvez pense na fama. Ou talvez queira unir-se a ela para o beneficio de outros ou queira ajudar a teu país. Lembre-se: essa pátria com sua política, é terrena e passageira. Logo os reinos e a política deste mundo vão desaparecer. Jesus voltará e reinará para sempre. A Bíblia diz: “E o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis.”16
“Viva a democracia!” O mundo político continua com seu grito. Continua com suas marchas e protestos. E continua buscando o teu apoio. Mas não te deixe levar pela política. Mantenha-se para Jesus e para seu reino eterno! Em seu reino Jesus te oferece a oportunidade de trabalhar para o bem estar eterno de outros. E te promete uma recompensa eterna. Se você continuar fiel, estará entre aqueles que ouvirão as palavras de Jesus: “Possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.”17 

por Rodney Mast

Lista de citações bíblicas:
1. Tito 3:1
2. Romanos 13:3
3. 1ª Pedro 2:17
4. Romanos 13:6-7
5. 1ª Timóteo 2:1-2
6. Romanos 13:1-2
7. 2ª Coríntios 6:14-15
8. Romanos 13:4
9. Romanos 12:19
10. Romanos 13:1
11. Daniel 2:21
12. Filipenses 3:20
13. Marcos 10:45
14. João 18:36
15. 2ª Coríntios 6:17
16. Apocalipse 17:14
17. Mateus 25:34

3 comentários:

Grazi disse...

Excelente texto.Mostra com clareza nossa posição em Cristo dian te das autoridades deste mundo, e do nosso envolvimento com elas.

sancosta777 disse...

Algumas questões devem ser revistas mas em geral a maioria é justamente o que muitos cristãos não querem ouvir.

Alexandre sancosta777@yahoo.com.br

Daniel Cruz disse...

ótimo!

Postar um comentário

 
;