sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Engolindo Alimento Ruminado!


"Embora o alimento ruminado possua nutrientes, ele já foi processado por outra pessoa."

   Durante séculos a igreja romana forjou a verdade declarando ter o direito exclusivo de ser a única instituição religiosa capaz de possuir e interpretar as escrituras sagradas. Com isso a história da igreja cristã passou a ser moldada de forma fraudulenta, pois os detentores do “conhecimento revelado”, os do alto clero, de forma arbitrária ditavam as regras, não deixando escolha aos leigos, que obrigavam-se de forma passiva a concordar e praticar coisas abomináveis ao Senhor. Muitos o fazem até hoje! Continuam cegos! Neste tempo chegaram ao cúmulo de declarar que a propagação do evangelho era uma peste, demostrando claramente que "deus" estavam servindo. Pouco mudou depois disso!
Durante séculos a história registrou o passado negro da "igreja". No caminho homens foram impelidos de ousadia e enfrentaram Roma e suas mentiras, dando inicio a vários seguimentos denominados protestantes. A medida que surgiam, crescia o número de grupos que se reuniam como igreja, cada um com suas verdades interpretadas nas escrituras, ou melhor, moldadas segundo o ponto de vista pessoal de cada um. Hoje o que temos é um imenso mercado de placas denominacionais, com a maior diversidade de doutrinas que uma única organização “a cristã” poderia ter, o que lhe assegurou o título de “organização” mais dividida do mundo, é lamentável. Com esta realidade percebemos que estamos vivendo no auge da profecia de últimos dias que diz: "Cada um buscará mestres segundo sua própria cobiça". Nas prateleiras deste shopping “cristão” você encontra de tudo. Pode cabelão, pode com véu, não pode barba, pode de terno, não pode de bermuda, pode com brinco, não pode com piercing, pode com tatuagem, pode pular, não pode cair, pode manipular, não pode beber, pode fumar, não pode .... pode... não.... pode.... O que sustenta isso tudo? Eu te digo: A lei da oferta e procura! (De um lado a cobiça por “mestres” que satisfaçam seus desejos “espirituais” e do outro “mestres” que manipulam e fazem vistas grossas para o que é pecado, mantendo assim a congressão pomposa (pelo menos aos domingos) e auto-sustentável (dízimos, ofertas, campanhas, envelopes e mais envelopes). No final a “massa” está sempre comendo alimento ruminado! Conheça o procedimento: Alguém se cansou de seguir determinada interpretação humana, leu, analisou, meditou, interpretou por si mesmo, alugou uma sala (geralmente de um antigo boteco, ou uma ampla garagem para dois carros), pintou um placa, e lá está, mais uma "igreja cristã"!
Eu tenho uma pergunta. Entre estes milhares quem tem a razão? Eles parecem ser tão firmes na sua verdade, com um vocabulário teológico tão eloqüente com sua índole comprovada por seus inúmeros diplomas, mas quem tem a razão? Quem é o dono da razão, se a bíblia diz que o coração do homem é enganoso? Em quem confiar, se a bíblia diz maldito o homem que confia no homem? Qual caminho nos dará segurança? A quem devemos seguir? A quem dar ouvidos?
Não são poucos os que se encontram neste dilema, embora a resposta seja simples para os que são humildes.
JESUS! JESUS! JESUS! JESUS!
Ele é a única verdade! Ele é a única resposta para toda e qualquer pergunta!
Sim, foi Ele quem nos disse que para entrarmos no Reino dos céus deveríamos ser como crianças. Como uma criança interpretaria as escrituras? Por exemplo a parte que diz: não pecar. Que atitude teria uma criança que sabe que o pecado o afasta do seu pai a quem tanto ama? A que diz: Ide pregai o evangelho a toda a criatura? Ou quem sabe esta: só há um caminho, ele é Jesus? Ou então: vigiai e orai? Ame o teu irmão como a ti mesmo? Sede santo pois Eu Sou Santo!?
Consegue ver o nível de cegueira e de engano no coração do homem, que consegue ficar mudo, paralisado, para com simples questões das quais são cruciais para uma vida cristã autêntica ao mesmo tempo que conseguem criar suas ideologias com bases distorcidas sobre assuntos tão irrelevantes? Seria a apostasia? Ou um mero retrato do que Paulo dizia dos “meninos espirituais” levados por qualquer vento de doutrina, fundamentados nos seus: “eu penso assim”, “acho assado”?
Simplesmente como crianças! Olhando assim consigo entender porque o Salvador escolheu pescadores humildes, ao invés de doutores da lei hipócritas. Eles eram humildes, homens com pensamentos simples, nem sabiam falar direito. É assustador o contraste com os que se dizem “apóstolos” nos nossos dias, não acha?
Nestes dias tenho visto muitas pessoas, muitas mesmo, que correm de um lado para o outro, como cães farejadores a caça de pregadores renomados(?), os ungidos(?) e suas promessas de prosperidade. Mas, ironicamente, alegam estar buscando alimento mais sólido(?), ... uma palavra mais profunda(?). O que não entendo é o que uma pessoa que não aprendeu nem a digerir a sua papinha de bolacha(o B+A= BA do cristianismo), quer comer alimento sólido? Se a sua vida, o seu caráter, o seu testemunho não refletem nada, ou quase nada, que demonstre que o seu organismo espiritual absorveu os nutrientes da papinha? 
Ao escrever este artigo, em muitos aspectos estou apontando o dedo para mim mesmo, reconheço e encontro em meu coração tamanha alegria em poder declarar Glória a Deus por estar abrindo os meus olhos. Sou homem! Vocês não devem confiar em nada do que eu digo. Leiam a bíblia! A minha luta diária é poder falar nada menos e nada mais do que simplesmente vivo, dando testemunho através de atitudes e não de pensamentos ou interpretações. A bíblia me mostra a quem devo imitar, e confesso que ainda tenho muitas áreas que devem morrer. Reconhecer os próprios erros me parece ser o melhor começo para uma prática continua e este é um conselho que todos os homens devem viver com zelo.
A palavra do Senhor será sempre a última. Nada e nem ninguém está acima dela. Devemos ter sede e gastar tempo com ela. Não importa quantas vezes lemos o mesmo capitulo, ou quantas vezes ouvimos a mesma pregação, ela se renovará sempre no coração dos humildes. Quanto a como interpretá-la, uma coisa é certa, em meio a um longo debate sobre quem tem a razão, no final todos os envolvidos demonstram que perderam qualquer razão, evidenciando que estão desprovidos de um CORAÇÃO HUMILDE mais disposto a ouvir do que falar.
Há uma grande diferença entre ser sábio e ser sabichão, Salomão nos ensina muito sobre isso.
Provérbios 1:2-7 “Para se conhecer a sabedoria e a instrução; para se entenderem, as palavras da prudência. Para se receber a instrução do entendimento, a justiça, o juízo e a eqüidade; Para dar aos simples, prudência, e aos moços, conhecimento e bom siso; O sábio ouvirá e crescerá em conhecimento, e o entendido adquirirá sábios conselhos; Para entender os provérbios e sua interpretação; as palavras dos sábios e as suas proposições. O temor do SENHOR é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução”.
Provérbios 3:7 “Não sejas sábio a teu próprios olhos, teme ao Senhor e aparta-te do mal”.
Provérbios 10:14 “Os sábios entesouram a sabedoria; mas a boca do tolo o aproxima da ruína”.
Provérbios 10:19 “Na multidão de palavras não falta pecado, mas o que modera os seus lábios é sábio”.
Provérbios 12:15 “O caminho do insensato é reto aos seus próprios olhos, mas o que dá ouvidos ao conselho é sábio”.
Provérbios 14:3 “Na boca do tolo está a punição da soberba, mas os sábios se conservam pelos próprios lábios”.
Para finalizar quero dizer: julgue o homem a si mesmo, pois cada um dará conta de seus atos naquele dia! 
Seja um imitador de Cristo, se preocupe em fazer o que Ele fez, esqueça o que outros dizem que se deve ou não se deve fazer, simplesmente pegue a sua cruz e siga-O! 


2 comentários:

Grazi disse...

Muito boa a meditação acima. Faz-nos pensar e ter temor diante de tão grande tentação em seguir mestres que digam o que nos agrada.Sim, ainda ontem meditamos nisso, junto dos irmãos...
E mais ainda, não confiar em si mesmo...Olhar e seguir somente a Ele, o Cordeiro, Jesus!!

ESSA É A ONDA!!!!!!! disse...

Talvez o mais dicícil para nós é buscarmos ser como as crianças,inocentes,puras...muito do que ouvimos através de pregadores foram se intronizando a nós, e agora que verdadeiramente estamos dando atenção a Jesus,nossa carne está travando uma guerra contra o Espírito.
Que Deus nos fortaleça e nos ensine a ser como Jesus,que Jesus seja para nós e em nós o exemplo a ser seguido.
Graça e Paz!!!

Postar um comentário

 
;